Blog da Lubrificação Industrial

Menu

“Consumos” escondidos de lubrificantes

Vazamentos controláveis

Controle inadequado de reposições e descarte prematuro de fluidos

Derrames

Mistura desnecessária de dois ou mais fluidos, por exemplo óleos integrais e solúveis

Mistura de materiais que poderiam ser segregados na fonte e na coleta, e na instalação de tratamento.

Treinamento inadequado do pessoal

Controle inadequado de equipamentos de conservação de lubrificantes tais como centrífugas, filtros,
tanques de sedimentação

Falta de coordenação e intercâmbio de informações entre departamentos

Trocas incentivadas pelo fornecedor de lubrificantes

Desvios

Produto inadequado para o serviço

Alegações do tipo “Sempre foi trocado neste período” e “Aquele óleo não presta” – qual é a prova?

 

Medidas para racionalizar o consumo de lubrificantes podem requerer estudos mais intensos e provavelmente investimento. Incluem:

 

Estudo de cada fluido, necessidade na operação e sua relação ao efeito sobre o sistema total.

Utilização de centrífugas, tanques de sedimentação e filtros, e outros equipamentos para máquinas individuais e sistemas centralizados.

Segregação dos materiais na fonte.

Troca de óleos e fluidos para melhor compatibilidade de sistema.

Utilização de óleos de dupla finalidade, por exemplo, corte e hidráulico.

Separação de fluidos com alto teor de óleo e alto teor de água na área de produção e na instalação de tratamento / coleta de óleo.

Instalação de unidades internas para regeneração tanto para re-utilização primária como secundária.

 

Sistemas de conservação de óleo e gerenciamento de regeneração devem ter o apoio da alta administração, cooperação em todos os níveis operacionais, coordenação das atividades de todos envolvidos: engenharia, produção, compras, instalação de energia elétrica, de água e descarte e manutenção.

 

Administrar o consumo correto de lubrificantes requer profissionais treinados adequadamente. Os resultados finais aparecem sob a forma de redução do custo da lubrificação, eliminação de poluição ambiental e a certeza do cumprimento de toda a legislação aplicável, tal como a Lei dos Crimes Ambientais, n° 9.605.

Categories:   Home, Oleo

Comments